quarta-feira, 22 de agosto de 2012

Esqueleto indica que migrações na Ásia começaram antes do imaginado

Um estudo científico publicado no começo desta semana mostra que as migrações humanas no sudeste asiático começaram 20 mil antes do que era imaginado. Pesquisadores da Universidade do Illinois, nos EUA, encontraram um esqueleto na cadeia de montanhas Annamite, no norte de Laos, com idade estimada entre 46 mil e 63 mil anos, o que seria o resto humano mais antigo achado no sudeste asiático, de acordo com o artigo publicado na revista Proceedings of the National Academy of Sciences (PNAS).O esqueleto em Laos foi encontrado em 2009, a mais de dois metros abaixo da terra.



A descoberta também revela que a migração humana da África para a Austrália pode ter ocorrido pelo interior do continente e não somente pela costa como indicavam algumas pesquisas. O estudo confirma o que análises genéticas já apontavam: na região do sudeste asiático haveria a ocorrência de assentamentos humanos há pelo menos 60 mil anos.


Nenhum comentário:

Postagens mais acessadas