segunda-feira, 21 de outubro de 2013

Violino tocado no naufrágio do Titanic é leiloado por R$ 3 milhões

O violino que, reza a lenda, foi tocado para acalmar os passageiros durante o naufrágio do Titanic foi leiloado neste sábado por 900 mil libras (R$ 3,1 milhões), após meros dez minutos de leilão na Grã-Bretanha.

O instrumento foi tocado pelo músico que liderava a banda do navio, Wallace Hartley - que morreu junto com outros 1.517 passageiros na tragédia de 1912.
Acredita-se que o comprador seja um britânico.
A peça é o item "mais raro e icônico" entre as recordações do Titanic, disse o leiloeiro Alan Aldridge.
Também foram leiloadas outras lembranças do naufrágio, como fotos, jornais da época e peças de cerâmica, por preços a partir de R$ 35.

Autenticidade

O violino fora construído na Alemanha e presenteado a Wallace Hartley por sua noiva, Maria Robinson.
Sua autenticidade foi decretada em março deste ano, após anos de análises de especialistas (que disseram que a peça ainda contém vestígios de água salgada do naufrágio).
Mas há quem duvide da autenticidade do instrumento, alegando que ele não teria sobrevivido a um desastre dessas proporções.
A justificativa é de que a peça foi encontrada dentro de capa de couro e presa ao corpo de Hartley. No diário de Maria Robinson há uma menção ao fato de o instrumento ter sido devolvido a ela.
Após sua morte, em 1939, o violino foi dado ao Exército da Salvação e depois se tornou propriedade de uma família - que permanece anônima e decidiu leiloar o item.

Hartley, por sua vez, se tornou parte da lenda do Titanic por sua banda ter continuado a tocar mesmo enquanto o navio afundava.
Fonte: BBC

quarta-feira, 2 de outubro de 2013

Foto inédita de vítimas do Titanic vai a leilão na Inglaterra

Imagem em preto e branco registra funeral coletivo de vítimas do naufrágio

Fotografia inédita do Titanic, que mostra os corpos de vítimas do naufrágio antes de serem lançados ao mar, será leiloada. O lance inicial é de 5 mil libras esterlinas, cerca de 18 mil reais (EFE)
Uma fotografia inédita das vítimas do naufrágio do Titanic será leiloada na Inglaterra. A imagem foi feita dias depois do naufrágio, a bordo da embarcação Mackay-Bennett, a primeira a sair em busca dos corpos das vítimas depois da tragédia ocorrida em 15 de abril de 1912, que deixou mais de 1.500 mortos. O lance inicial do artefato é de 5.000 libras (aproximadamente 18.000 reais).
A foto em preto e branco mostra um reverendo Hind realizando um funeral coletivo realizado para as vítimas. Dois marinheiros viram uma maca para jogar um corpo ao mar. Em primeiro plano, um dos sacos usados para envolver os corpos tem o número 177, que identifica William Peter Mayo, uma das vítimas do naufrágio. 

Esta informação indica a data em que a foto foi tirada, já que o corpo de Mayo foi atirado ao mar no dia 24 de abril de 1912, informou um dos organizadores do leilão, em entrevista à CBC News, do Canadá. 
“A fotografia acaba com o mito de que os funerais eram dignos”, disse Andrew Aldridge, da casa de leilões, ao Huffington Post. Registros apontam que 166 dos 306 corpos resgatados pela embarcação foram lançados ao mar. 
Fonte: Revista Veja

Postagens mais acessadas